Plano de Continuidade de Negócios: 6 Exemplos do que não pode faltar no seu

Ilustração de Plano de Continuidade de Negócios

Imprevistos acontecem. Mas existem maneiras de estar sempre preparado para que o seu negócio sofra o menor revés possível. É para isso que existe a ferramenta de Plano de Continuidade de Negócios (PCN): eles vão garantir que sua empresa continue funcionando mesmo no caso de desastres e acontecimentos inesperados.

Nesse post, você verá o que não pode faltar no seu plano de continuidade de negócios, de modo que, caso uma situação saia do controle, sua empresa e os seus funcionários vão saber tudo o que deverá ser feito imediatamente.

Índice: 

1) O que são planos de continuidade de negócios?

2) Exemplos de plano de continuidade de negócio.

3) Como elaborar um plano de continuidade de negócios?

4) De quem é a responsabilidade do plano de continuidade de negócios da empresa?

5) Em que momento o plano de continuidade de serviço deve ser acionado?

6) O que é política institucional de gestão de continuidade de negócios?

1) O que são planos de continuidade de negócios?

Os planos de continuidade de negócios são um conjunto de procedimentos a serem seguidos em caso de emergências. Eles garantem que uma organização será capaz de continuar operando em algum nível em caso de desastre ou interrupção.

O plano de continuidade de negócios deve incluir:

– Identificação e avaliação dos riscos para as operações da organização

– Determinação de quais funções de negócios são críticas e quanto tempo é necessário para que essas funções sejam retomadas

– Desenvolvimento de um plano para manter funções críticas de negócios durante uma interrupção.

2) Exemplos de plano de continuidade de negócio

A continuidade de negócios é um plano para minimizar a interrupção das operações e maximizar a disponibilidade de recursos após um desastre.

Existem muitos exemplos de planos de uso contínuo em vigor. O mais comum é ter um site alternativo para backup de dados. Dessa forma, se o site principal ficar inacessível devido a alguma falha de TI, há outro local onde os dados podem ser recuperados e assim continuar as operações. 

Outro exemplo é ter funcionários adicionais de prontidão em situações específicas ou durante os horários de pico, para que possam manter a operação estável se houver uma emergência.

3) Como elaborar um plano de continuidade de negócios?

Na prática, o plano é um documento que descreve as etapas a serem seguidas para que uma empresa continue operando e lucrando em caso de desastre. O primeiro passo no desenvolvimento de um plano de continuidade de negócios é identificar potenciais riscos e vulnerabilidades nas operações ou ativos da empresa. O próximo passo é identificar os impactos potenciais desses riscos, incluindo as respostas planejadas, e então desenvolver estratégias para mitigar esses impactos.

O PCN deve incluir os seguintes componentes:

– Uma descrição do negócio e suas funções críticas;

– Uma avaliação dos riscos que a empresa pode estar exposta e sua probabilidade;

– Análise de Impacto do Negócio (Business Impact Analysis);

– Definição de Estratégias;

– Plano de Ações – Um conjunto de planos de contingência, incluindo locais alternativos, pessoal, equipamentos, suprimentos, procedimentos e outras providências necessárias para permitir a pronta recuperação;

– Treinamento e Teste;

– Plano de Comunicação;

– Coordenação com as Agências Externas.

São diversas etapas que exigem conhecimento e experiência para que seja uma plano que funcione, por isso, considere investir em uma consultoria especializada em plano de continuidade de negócio para orientar você e sua equipe tanto construção quanto na aplicação do plano da sua empresa.

4) De quem é a responsabilidade do plano de continuidade de negócios da empresa?

Os planos de continuidade de negócios são essenciais para a sobrevivência de uma empresa. Para a sua criação, você pode instituir uma equipe de continuidade de negócios ou de emergência. Caso possua um comitê de crise, esse time também pode ficar responsável pela elaboração do PCN da empresa. 

Eles serão responsáveis pela criação e manutenção do plano, que é atualizado sempre que há mudança na infraestrutura ou nos serviços da empresa. É importante que o documento inclua todos os cenários possíveis que possam levar a uma interrupção nas operações.

5) Em que momento o plano de continuidade de serviço deve ser acionado?

As empresas devem ativar seu PCN ao se depararem com uma situação de emergência que cause qualquer tipo de interrupção nas operações, tal como problemas de fornecimento de matéria-prima, quebra no processo organizacional, queda nas plataformas digitais, desastres naturais ou incêndios. Eles também devem ativá-lo se sofrerem uma interrupção em seus sistemas e precisarem fornecer serviços alternativos rapidamente.

6) O que é a política institucional de gestão de continuidade de negócios?

Uma política de gestão de continuidade de negócios é criada no momento em que é instituída a criação ou a manutenção do plano, onde se colocam papéis e responsabilidades de cada pessoa, escopo, áreas envolvidas e periodicidade da manutenção do PCN, bem como treinamento e simulado. 

Conclusão:

As pessoas tendem a pensar que desastres nunca irão ocorrer, mas a verdade é que todos os negócios estão sujeitos a eles. Desta forma, é fundamental que as estratégias e os planos táticos sejam desenvolvidos preventivamente. Estar preparado para dificuldades ajuda a lidar melhor com qualquer imprevisto, então, caso alguma situação ocorra, a empresa poderá garantir seus serviços essenciais.

Por isso o Plano de Continuidade de Negócios é essencial. Muitas vezes ele é subestimado, já que não precisará ser posto em prática caso problemas nunca aconteçam – e esperamos que nunca ocorram! Mas a preparação para possíveis eventualidades é imprescindível.

Ter um plano hoje poderá te salvar amanhã, e garantir que a sua organização continuará funcionando em face de qualquer adversidade. Entre em contato conosco e solicite um orçamento para construirmos e implantarmos o plano de continuidade do seu negócio para você.

Compartilhe

Deixe um comentário