Gestão de Crise nas Redes Sociais

Por meio da Gestão de Crise nas Redes Sociais, é possível evitar, contêr e minimizar pontos críticos que podem atingir a reputação da marca. Gestão de Risco Digital, Monitoramento, Fluxo de Acionamento, Mapa de Alerta de Crise e Atendimento fazem parte das estratégias.

Estratégia de Gestão de Crise nas Redes Sociais

Uma Crise nas Redes Sociais possui mais forças e pode ser mais devastadora que uma situação crítica nos meios tradicionais. As marcas precisam saber lidar com a velocidade da informação, com os diferentes estilos de públicos e estar antenado na repercussão do momento. Além disso, compreender o debate da opinião pública.

Uma crise pode se iniciar nos meios off line e ganhar força nas redes sociais, como também pode ser um inverso, ou seja, se iniciar no online e ganhar forças nos meios tradicionais. Tudo está interligado, e o mundo passa ser um só. As redes sociais possuem poder e movimentam as pautas da opinião pública e da imprensa.

Imagem Representativa Gestão de Crise nas Redes Sociais

Gestão de Crise nas Redes Sociais com a WePlanBefore

As Crises nas Redes Sociais fazem parte de um trabalho intenso de planejamento e que requer atualização diária, por conta da dinâmica e de surgimento de novos riscos digitais.

Entendemos que a marca precisa se preparar e estar pronta para a velocidade das redes sociais para que possa agir com precisão, dando respostas adequadas e com medidas que contenham a crise.

Nossas entregas de Gestão de Crise nas Redes Sociais contemplam:

  • Comitê de Riscos e Crise;
  • Fluxo de Acionamento;
  • Gestão de Riscos Digitais;
  • Mapeamento de Influenciadores;
  • Monitoramento diário;

Importante colocar que antes de pensar em Gestão de Crise nas Redes Sociais, faz parte do processo entender como está a comunicação digital da marca, o relacionamento com o público, as mensagens enviadas e elo estabelecido. Afinal, reputação digital é uma relação de confiança de longo prazo.

E se uma crise acontecer? Entra o gerenciamento de crise digital da marca, ou seja, tudo o que foi planejado no processo de gestão é colocado em prática, e as medidas de contenção entram à tona, seguindo o mapa de acionamento e o mapa de alerta de crise. Após o processo de gerenciamento de crise, também requer um planejamento de recuperação de crise, pensando no universo digital.

Gestão de Crise nas Redes Sociais é preparar a organização para agir rápido e com eficiência, avaliando produtos, processos, princípios éticos e comportamentos. Afinal, qualquer deslize pode ser assunto. Estratégico é quando uma empresa pensa antes de uma crise acontecer.

Todo este estudo faz parte da pesquisa de mestrado da Patrícia B. Teixeira. Avançando suas pesquisas e atuação com o mercado, geraram dois livros: Caiu nas Rede. E agora? Gestão e Gerenciamento de Crise nas Redes Sociais (2013) e Caiu na Rede. E agora? Gestão de Crise nas Redes Sociais (2019). Apesar de nomes similares, são dois vertentes do tema.

Conheça os outros serviços sobre de Gestão de Crise
Open chat