O Amor do brasileiro por reality show

Não é novidade para ninguém que o brasileiro é apaixonado pelo formato de reality show desde a estreia de “A casa dos famosos”. Enquanto muitos ovacionaram o programa, muitos criticaram a disputa pelo grande prêmio, mas a maioria se focou em elogios, surgindo então a 1° edição do famoso Big Brother Brasil em 2002. Os motivos para o grande sucesso devem-se ao público querer assistir até onde as pessoas são capazes de chegar para conquistar o grande prêmio de 1,5 milhões de reais.

O crescimento da internet ajudou com que o reality desse uma outra guinada, a edição de 2020 trouxe pela primeira vez convidados que eram grandes influencers digitais e participantes anônimos inscritos, fazendo com que assim a presença do programa estivesse em todos os lugares, desde as mídias sociais, até a televisão aberta e fechada.

Influência da pandemia no crescimento dos realities

Com o início da pandemia, pudemos perceber um número muito grande de telespectadores em realities como o BBB e A Fazenda, fazendo com que ambos batessem até mesmo a marca de número de votos em uma eliminação. O BBB 20 alcançou e marcou as páginas do Guinness Book, com o seu maior número de votos.

A vigésima edição do programa Big Brother Brasil iniciou-se antes da pandemia e começou com um grande público comparado à sua edição anterior graças à presença do público dos então convidados do programa. Após um tempo, fomos confinados em casa assim como eles, novelas que estavam no ar foram interrompidas, fazendo mais uma vez sua audiência crescer, não somente pelas telas da TV, como em comentários e postagens nas redes sociais. 

Um dos grandes motivos para todo esse crescimento é com certeza a sensação ilusória da não-existência dessa pandemia que estamos enfrentando. O programa mostra festas, abraços, beijos e pessoas vivendo a vida sem máscaras, gerando mais um fator para que o público queira tanto assistir. 

Recordes do BBB 21

A edição deste ano do programa alcançou um número ainda maior de recordes do que sua última edição. Inicialmente foi anunciado que seria a edição com maior duração, 100 dias confinados. Foram em média 40 milhões de espectadores por programa, atingindo 35 milhões de jovens, que até então eram seu menor público. Liderou a pontuação do Ibope de todos os outros canais, aproveitou muito bem a participação de seus eliminados em outros programas da grade, fazendo sua audiência da manhã subir 15%, 12 milhões de buscas na internet na soma de suas marcas patrocinadoras, 3,5 milhões de termos no Twitter Brasil, somando no total 19 novos recordes.

Nas redes sociais, a campeã Juliette ganhou mais de 27 milhões de seguidores em seu Instagram, tornando-se até então a 2° ex-BBB mais seguida das edições brasileiras, ficando atrás apenas de Sabrina Sato. Assim, o big dos bigs, edição 2021 intitulado pela produção, tornou-se realmente uma das maiores edições do reality até então.

Compartilhe

Deixe um comentário