English EN Portuguese PT

O que faz as mulheres se diferenciarem no mercado de trabalho?

Sabe qual é o grande diferencial das mulheres no mercado de trabalho? Pensar antes de agir. A forma como elas analisam, se preparam, planejam e depois tomam as decisões faz com que boa parte de suas ações sempre sejam assertivas.

Esta não é uma afirmação feita sem embasamento, pelo contrário, é uma situação comprovada. Segundo uma pesquisa feita pelo Sebrae e pela Fundação Getúlio Vargas, as mulheres foram mais rápidas na hora de inovar durante a pandemia para manter o negócio funcionando.

O importante recurso que elas mais utilizaram foi exatamente aquele que se tornou a principal aposta de todos os empreendedores nos últimos tempos, as redes sociais. 71% das mulheres apostaram nas plataformas online para realizar a venda dos seus produtos e serviços. 

Mulheres ocupam 44% dos cargos de liderança no Brasil

De acordo com um estudo da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), as mulheres estão cada vez mais presentes nos cargos de liderança, e esse número tende a crescer nos próximos anos. 

Vários motivos, constatados por uma pesquisa elaborada pelo Sebrae junto com a Fundação Getúlio Vargas, apontam esta tendência. Além das razões já citadas neste artigo, outros fatores precisam ser destacados:

As mulheres têm se mostrado mais avessas a empréstimos bancários  do que os homens. Desde o início da crise, 54% dos empresários do sexo masculino buscaram crédito enquanto a proporção de mulheres é praticamente a oposta: 55% delas não optaram por empréstimos. 

Outro aspecto mostra uma diferença significativa de comportamento entre homens e mulheres, o percentual de endividamento. Enquanto a maior parcela dos empresários (37%) tem dívidas/empréstimos em dia, a parcela mais representativa das mulheres é aquela que afirma não ter dívidas (36%).

O nível de escolaridade: 63% delas têm nível superior incompleto ou mais, contra 55% dos homens, e o percentual de mulheres jovens empreendendo, até 35 anos, ser maior do que o de homens (24% contra 18%) também são elementos que contribuem para os resultados obtidos na pesquisa.

A WPB é uma empresa de mulheres

Nosso time é composto por diversas mulheres!

Em nossa área de comunicação, por exemplo, só dá elas. O melhor de tudo, é que a gente não planejou isso, o movimento foi acontecendo gradualmente e de uma forma muito natural. Um dia nos tocamos que só estávamos com mulheres. 

Elas são guerreiras, alegres, comprometidas, dedicadas e sempre prontas para aprender mais e mais. Elas fazem a WPB acontecer, uma empresa que só existe justamente por causa de uma grande mulher, nossa fundadora Patrícia B. Teixeira, que há 15 anos decidiu entrar com tudo nos concorridos mercados de Comunicação, Gestão de Crise e Gestão de Risco.

Artigos relacionados

Redes Sociais e saúde mental: como equilibrar os dois na vida cotidiana?

Redes Sociais e saúde mental: como equilibrar os dois na vida cotidiana?

As redes sociais viraram tudo em nossa vida. Fonte de informação, entretenimento, trabalho e bate-papo. Na pandemia, seu uso foi […]

Leia Mais
ESG, essa sigla para indicadores de sustentabilidade não é novidade, mas está em alta

ESG, essa sigla para indicadores de sustentabilidade não é novidade, mas está em alta

Há mais de três décadas o mundo corporativo vem discutindo a real necessidade de inserir práticas sustentáveis nas empresas e […]

Leia Mais
Práticas sustentáveis adotadas por empresas reforçam imagem e reputação

Práticas sustentáveis adotadas por empresas reforçam imagem e reputação

Sempre que nos aproximamos de uma data comemorativa relacionada à sustentabilidade surge uma enxurrada de publicações e mensagens nas redes […]

Leia Mais

Add Comment

Open chat